Morre tecladista Renato Ladeira, do grupo Herva Doce, no Rio

O músico Renado Ladeira, do Grupo Herva Doce, morreu em casa (Foto: Reprodução/ Facebook)O músico Renado Ladeira, do Grupo Herva Doce, morreu em casa (Foto: Reprodução/ Facebook)

Morreu no final da noite de quarta-feira (12), o músico Renato Ladeira, de 63 anos, que foi tecladista e vocalistas do grupo Herva Doce, nos anos 1980. Filho do radialista César Ladeira (1910-1969),  também compôs a música “Faz parte do meu show” com Cazuza.

O corpo dele será enterrado às 16h desta quinta-feira (13), no Jardim da Saudade, em Sulacap, na Zona Oeste do Rio. O corpo começou a ser velado às 14h30 na Capela A.

A viúva, Patrícia Andrade Ladeira, postou numa rede social que o músico sofreu uma parada cardiorrespiratória e morreu por volta das 23h, em casa.

Como integrante da banda Herva Doce, Renato Ladeira fez sucesso com a música “Amante profissional” e com a versão de “Erva venenosa”, do sucesso “Poison Ivy”. Em 1983, a banda fez o show da abertura para a apresentação do Kiss e de Van Halen, no Rio de Janeiro.

Antes de do Herva Doce, Ladeira fundou, no anos 1960 com o irmão o grupo de iê-iê-iê The Bubbles. Mais tarde a banda se transformou em A Bolha, voltada para o rock progressivo e banda de acompanhamento de Gal Costa e Erasmo Carlos em 1970.

Renato era filho da atriz Renata Fronzi e do radialista e ator César Ladeira, que criou nomes artísticos como “A Pequena Notável”, para Carmen Miranda, e “A Garota Grau Dez”, para Emilinha Borba.

Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o VC no G1 RJ ou por Whatsapp e Viber.

Deixe uma resposta