Bill Cosby: mais três mulheres relatam abuso sexual

Bill Cosby em novembro de 2014 (Foto: AP/Matt Rourke)Bill Cosby em novembro de 2014 (Foto: AP/Matt Rourke)

A lista de mulheres que afirmam ter sido agredidas sexualmente pelo ator americano Bill Cosby voltou a aumentar nesta quarta-feira (12), com a divulgação de três novos depoimentos.

saiba mais

As atrizes Eden Tirl e Linda Ridgeway Whitedeer, assim como a ex-aeromoça Colleen Hughes contaram, em coletiva de imprensa celebrada em Los Angeles, detalhes de seus encontros com o artista, alvo de acusações semelhantes de mais de 40 mulheres.

Tirl contou ter sofrido os abusos durante as filmagens de algumas cenas de “The Cosby Show” (1984-1992), a série que impulsionou a carreira do comediante de 78 anos.

Ridgeway relatou ter conhecido Cosby em 1971, enquanto esperava a vez para fazer uma entrevista de trabalho.

A agressão que sofreu foi “rápida e precisa”, segundo suas palavras, e ele a forçou a fazer sexo oral.

A ex-aeromoça, por sua vez, conheceu o ator em um voo com destino a Los Angeles. Cosby a levou para almoçar em um hotel de Beverly Hills e, em seguida, a convidou para beber champanhe em um quarto.

Horas depois, ao acordar, ela teria se dado conta de que tinha sido agredida sexualmente.

“Vivi toda a minha vida com esse terrível segredo sobre o que Bill Cosby fez comigo. Não contei a ninguém”, afirmou.

As três mulheres, que não denunciaram os fatos à justiça, falaram sob o amparo da advogada Gloria Alred, que representa outras supostas vítimas de Cosby.

A advogada comemorou na semana passada como uma pequena vitória o fato de um juiz de Los Angeles ordenar que Cosby fizesse uma declaração juramentada em 9 de outubro pela denúncia de uma mulher que alega ter sido drogada e violentada na Mansão Playboy quando era menor.

Desde novembro, Cosby é assolado por uma tempestade de acusações de abuso sexual, apesar de ter negado taxativamente todas as denúncias.

No fim de julho, a revista The New York Magazine reuniu 35 de suas supostas vítimas em uma foto publicada na capa. Todas contaram como conheceram o humorista e como foram supostamente drogadas e violentadas por ele.

A publicação reportou ter identificado um total de 46 vítimas, algumas das quais tinham sido contatadas por outras mulheres, também vítimas de abuso, mas que ainda não tinham tornado pública sua história.

Deixe uma resposta