‘Club de cuervos’: atores falam sobre 1ª série latino-americana do Netflix

Para sua primeira produção latino-americana, o Netflix decidiu jogar de forma segura e apostar em temas de fácil reconhecimento para o público. Assim surgiu “Club de cuervos”, uma comédia dramática que conta a história novelesca de um casal de irmãos em conflito pela presidência de um time de futebol no México após a morte do pai. Para entender mais, assista ao vídeo acima.

Para o projeto, que já tem os 13 episódios de sua primeira temporada disponíveis no serviço de conteúdo sob demanda desde sexta-feira (7), a empresa escalou no comando o diretor Gary Alazraki e o ator Luis Gerardo Méndez como protagonista. Afinal, ambos já haviam provado que sabem fazer um sucesso em 2013, com o longa “Los Nobles: Quando os Ricos Quebram a Cara”, que atraiu mais de sete milhões de mexicanos aos cinemas.

Por final, para garantir o interesse do público de ao menos outros dois países mais ao sul, o Netflix convidou a atriz e cantora peruana que atua há anos na Colômbia, Stephanie Cayo, para um dos principais papeis femininos da produção.

Luis Gerardo Méndez e Ianis Guerrero interpretam presidente e jogador de um clube de futebol em cena da série 'Club de cuervos', da Netflix (Foto: Divulgação)Méndez e Ianis Guerrero interpretam presidente e

jogador dos Cuervos (Foto: Divulgação)

“A série fala sobre o que acontece quando pessoas normais, como você e eu, têm poder demais”, explica Méndez. Em “Club de cuervos”, ele interpreta Chava, o irmão mais novo e irresponsável que é eleito à presidência do time Cuervos apesar de ter uma irmã muito mais capaz. “Ela é a mulher mais inteligente de onde estiver. Isabel entende muitíssimo de futebol e de marketing. É perfeita para o trabalho”, afirma, sobre a personagem interpretada por Mariana Treviño.

Apesar de ser a escolha mais óbvia para o comando da equipe, Isabel não chega nem a ser considerada para o cargo. “É horrível o que eu vou dizer, mas no México é impossível pensar que uma mulher pode ser presidente de um clube de futebol”, conta Méndez.

Se a sinopse evoca lembranças de algumas novelas – uma especialidade mexicana -, produção do Netflix também não evita alguns dos lados mais sujos do mundo do futebol, que tem ganhado destaque nos noticiários nos últimos tempos após a prisão de diversos dirigentes da Fifa em maio.

“Acho que falamos também do lado obscuro do futebol, destas pessoas que decidem contratos multimilionários, da corrupção que existe”, explica Méndez. Tanto que logo em um dos primeiros episódios o treinador dos corvos pede a um jogador uma quantia elevada para botá-lo em campo – para ser justo, ele não nega que poderia ser convencido ao “conversar” com a mãe do jovem.

Mariana Treviño e Stephanie Cayo em cena da série 'Club de Cuervos', do Netflix (Foto: Divulgação)Mariana Treviño e Stephanie Cayo em cena da série 'Club de Cuervos', do Netflix (Foto: Divulgação)

Deixe uma resposta