‘Getúlio’ tem 14 indicações no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro; veja lista

Drica Moraes e Tony Ramos em 'Getúlio' (Foto: Divulgação)Drica Moraes e Tony Ramos em ‘Getúlio’ (Foto: Divulgação)

Concorrendo em 14 categorias, “Getúlio”, de João Jardim, é o campeão de indicações do 14º Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, seguido por “O lobo atrás da porta”, de Fernando Coimbra, que concorre em 12 categorias. Os finalistas das 26 categorias do prêmios foram anunciados nesta quinta-feira (6) pela Academia Brasileira de Cinema.

A cerimônia de entrega acontece no dia 1º de setembro, às 21h, no Centro Cultura Luiz Severiano Ribeiro – Cine Odeon, no Rio, com transmissão ao vivo do Canal Brasil. O homenageado do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2015 será o cineasta Roberto Farias, diretor de filmes como “Assalto ao trem pagador” (1962) e “Pra frente, Brasil” (1982).

E o público irá ajudar a escolher – em uma votação on-line no site oficial (clique aqui), aberta de 6 a 31 de agosto –, os vencedores das categorias Melhor longa-metragem de ficção; Melhor longa-metragem documentário; e Melhor longa-metragem estrangeiro.

Além de “Getúlio” e “O lobo atrás da porta”, outros destaques desta edição são “Tim Maia”, de Mauro Lima, e “Irmã Dulce”, de Vicente Amorim, que concorrem em dez categorias cada. Já “Praia do Futuro”, de Karim Aïnouz, teve sete indicações.

Veja, abaixo, os finalistas do 14º Grande Prêmio do Cinema Brasileiro:

Melhor longa-metragem de ficção

“Getúlio”, de João Jardim

“Hoje eu quero voltar sozinho”, de Daniel Ribeiro

“O lobo atrás da porta”, de Fernando Coimbra

“Praia do futuro”, de Karim Aïnouz

“Tim Maia”, de Mauro Lima

Melhor longa-metragem documentário

“A farra do circo”, de de Roberto Berliner e Pedro Bronz

“Brincante”, de Walter Carvalho

“Dominguinhos”, de Eduardo Nazarian

“Olho nu”, de Joel Pizzini

“Tim Lopes – História de Arcanjo”, de Guilherme Azevedo.

Melhor direção

Carolina Jabor, por “Boa sorte”

Fernando Coimbra, por “O lobo atrás da porta”

João Jardim, por “Getúlio”

Karim Aïnouz, por “Praia do futuro”

Daniel Ribeiro, por “Hoje eu quero voltar sozinho”

Melhor atriz

Bianca Comparato, por “Irmã Dulce”

Deborah Secco, por “Boa sorte”

Drica Moraes, por “Getúlio”

Fabiula Nascimento, por “O lobo atrás da porta”

Leandra Leal, por “O lobo atrás da porta”

Melhor ator

Alexandre Borges, por “Getúlio”

Babu Santana, por “Tim Maia”

Matheus Nachtergaele, por “Trinta”

Milhem Cortaz, por “O lobo atrás da porta”

Tony Ramos, por “Getúlio”

Melhor atriz coadjuvante

Alice Braga, por “Os amigos”

Fabíula Nascimento, por “Não pare na pista: A melhor história de Paulo Coelho”

Gloria Pires, por “Irmã Dulce”

Thalita Carauta, por “O lobo atrás da porta”

Zezé Polessa, por “Irmã Dulce”

Melhor ator coadjuvante

Adriano Garib, por “Getúlio”

Antônio Fagundes, por “Alemão”

Babu Santana, por “Julio sumiu”

Cauã Reymond, por “Tim Maia”

Cauã Reymond, por “Alemão”

Jesuíta Barbosa, por “Praia do futuro”

José Wilker, por “Isolados”

Deixe uma resposta