Google passa a sugerir músicas para churrasco e cafezinho no Brasil

Google Play Música passa a recomendar músicas para atividades, como curtir um churrasco ou tomar um cafezinho. (Foto: Reprodução/Google)Google Play Música passa a recomendar músicas para atividades, como curtir um churrasco ou tomar um cafezinho. (Foto: Reprodução/Google)

Sem nada para fazer em uma tarde preguiçosa? O serviço de streaming de música do Google sugere canções para tomar um cafezinho ou para ligar no 220V. As recomendações chegam ao Google Play Música para todos os brasileiros nesta terça-feira (4). A novidade traz de volta a tecnologia do Songza, ferramenta que ficou famosa ao oferecer listas de músicas criadas para embalar atividades específicas, como um churrasco, ou o humor dos ouvintes.

“O que essa função faz é usar como combustível o dia da semana, a hora do dia, o tipo de aparelho que você está usando e sugerir listas de músicas sobre isso”, afirma ao G1 o gerente do Google Play Música, Elias Roman, que também é um dos fundadores do Songza.

saiba mais

Comprada pelo Google em julho de 2014, o Songza descontinuou seu serviço, que só foi integrado ao Play Música dos Estados Unidos três meses mais tarde. Dos 59 países em que o serviço é oferecido, o Brasil é apenas o quinto país para o qual o Google liberou a receber a nova função, que ocorre às 19h desta terça.

“O desafio por trás disso é que tivemos de elaborar todas as playlists”, diz Helen Marqis, diretora global de programação musical do Google. Cada uma tem três horas.

Tomar um cafezinho

As listas temáticas (baseadas nos dias da semana ou em atividades, como malhar) ficam posicionadas no topo do site ou do aplicativo, enquanto as de músicas recomendadas, que reúnem músicos dos gêneros preferidos pelos usuários e de artistas com trabalhos similares, são fixadas logo abaixo.

Já o outro grupo, o das estações, pode ser acessado por meio da barra lateral e são classificadas por gênero (de Axé a Sertanejo), atividade (do Acordar ao ir tomar um cafezinho) e humores (do calmo ao sonhador).

A diferença entre elas é que as canções do primeiro grupo são selecionadas por pessoas enquanto as faixas do segundo tipo são indicadas por um algoritmo. Aqui entra em ação o que os cientistas da computação chamam de “aprendizado de máquina”, que faz computadores aprenderem com estímulos.

Aprendizado de máquina

À medida que o sistema “entende” que uma música passa a ser mais ouvida quando alguém escolhe a playlist “romântica”, a canção é mantida, enquanto as menos populares são tocadas para menos pessoas. Isso é a mesma coisa que ocorre quando alguém escolhe ouvir a rádio de algum artista. As músicas tocadas são aquelas mais ouvidas pelos fãs do músico.

Apesar de o serviço de recomendação já encontrar similares em serviços de streaming de música como Spotify, Deezer, e Apple Música, Roman afirma que há diferença, já que as canções de todas playlists são abertas a todos os usuários — nos concorrentes, algumas faixas são reservadas a assinantes.

O Google Play Música, porém, oferece apenas trinta dias gratuitos. O período de gratuidade do Apple Música, que funciona por ora apenas em iPads, iPhones e iPods touch, é de três meses. Já no Deezer e Spotify, os usuários não pagam, mas ouvem músicas ao lado de anúncios.

Deixe uma resposta