Sebastião Salgado atrai mais de 60 mil visitantes Lisboa com ‘Genesis’

O fotógrafo Sebastião Salgado apresenta as 245 fotos que compõem sua exposição 'Gênesis' no Museu do Jardim Botânico do Rio de Janeiro. As imagens feitas ao longo de 8 anos de viagens poderão ser vistas pelo público no local de 29 de maio a 26 de agosto. (Foto: Yasuyoshi Chiba/AFP)Sebastião Salgado durante a passagem de ‘Gênisis’ pelo Rio, em 2013 (Foto: Yasuyoshi Chiba/AFP)

A exposição fotográfica “Genesis”, de Sebastião Salgado, foi encerrada neste domingo (2) em Lisboa com mais de 60 mil visitantes em quase quatro meses, uma das mostras de maior sucesso neste ano em Portugal.

Foi “uma das maiores em nível nacional. Só houve duas exposições que superaram essa”, declarou à agência EFE o diretor da galeria que recebeu a exposição, João Mourão.

“Genesis” foi inaugurada no dia 10 de abril na galeria da Cordoaria Nacional, no bairro de Belém, após passar por diversos países da América e da Europa, com mais de um milhão de visitas no total. Nos últimos dias de visitas, a galeria recebeu mais de mil pessoas diariamente.

“Acho que isso demonstrou o carinho que os portugueses têm por Sebastião Salgado e por toda a sua obra”, comentou Mourão, que calcula que 15 mil dos mais de 60 mil visitantes foram estrangeiros.

O trabalho do fotógrafo brasileiro reúne 245 imagens dedicadas a retratar as formas primitivas e “puras” da vida e da Terra. As imagens fazem com que os espectadores sejam testemunhas de fenômenos vulcânicos na África ou de geleiras na Patagônia e os convida a refletir sobre as ameaças e os desequilíbrios do planeta criados pelo frenético modelo de consumo humano.

O trabalho é resultado de quase oito anos de pesquisa, que incluem mais de 30 viagens e percursos feitos a pé, em canoas e aviões.

As fotos em preto e branco caracterizam o impactante estilo de Sebastião Salgado e revelam sua aptidão de pesquisa em relação a fenômenos biológicos e antropológicos.

Aos 71 anos, Sebastião Salgado esteve em abril em Lisboa para a inauguração da mostra, acompanhado da esposa, Lélia Salgado, que é a curadora da exposição.

Deixe uma resposta